quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Matersol, Manos da Terna Solidão, 16 anos de fundação




Manas e Manos queridos,

“O grão amontoado apodrece, espalhado frutifica” (São Domingos)

Com toda a Alegria e Ternura, hoje celebramos 16 anos da fundação da Comunidade dos Manos da Terna Solidão. Celebrada por Dom Irineu Danelon, SDB, Bispo Emérito da Diocese de Lins-SP, a fundação ocorreu a 15 de outubro de 1999, Festa de Santa Teresa D’Ávila, em Curitiba, no Mosteiro da Solitude da Madre Belém.

Nessa travessia – que sempre continuará – comungamos e partilhamos entre nós todos os afetos, testemunhos, verdades e lutas de cada um. Vingamos, definitivamente, que “O importante é nascer sempre de novo. O vento sopra onde quer e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todo aquele que nasceu do Espírito”(Jo 3.7).

Para encantar essa celebração, cliquem na imagem abaixo e contemplem a beleza da composição de Michel Colombier “Emmanuel”, interpretada pela violoncelista Kristina Cooper.







Na Alegria e Ternura do Cristo Morto e Ressuscitado e no Espírito de Jesus.

Deus esteja!
Manos da Terna Solidão
Pe. Paulo Botas, mts
Pe. Eduardo Spiller, mts

Imagem: A Santa Ceia, 2003, Arcabas (Jean-Marie Pirot), óleo sobre tela, 0,81 m x 0,65 m, Saint-Pierre-de-Chartreuse, França.

3 comentários:

  1. Manos enquanto escuto a bela apresentacão da Kristina Cooper fico feliz que em todos os anos desde a fundacão da comunidade até o presente momento o trabalho feito tem produzido frutos e propiciado a todos nós momentos de eterna alegria e esperanca.

    ResponderExcluir
  2. Aos amigos fraternos Paulo Cesar Botas e Eduardo Spiller um abraço da amiga Zélia Scholz. Ela pode não nos reconhecer, mas nós sim. Zélia passa seus dias entre sua atual casa (Kairos - casa de apoio) e a antiga. No dia das mães o filho Marcelo perguntou "o que ela não teve e ainda quer da vida": Resposta: _Ué, eu quero viver!

    ResponderExcluir
  3. https://zeliascholz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir